Prepare-se para o Bloco K

Não deixe tudo para a última hora.

SPED Fiscal

“A Escrituração Fiscal Digital – EFD é um arquivo digital, que se constitui de um conjunto de escriturações de documentos fiscais e de outras informações de interesse dos fiscos das unidades federadas e da Receita Federal do Brasil, bem como de registros de apuração de impostos referentes às operações e prestações praticadas pelo contribuinte. Este arquivo deverá ser assinado digitalmente e transmitido, via Internet, ao ambiente Sped”. SPED, 2018.

O que é o Bloco K?

Basicamente pode se dizer que o bloco k é a digitalização do Livro Registro da Produção e do Estoque, através do qual diversas empresas, reportarão todo mês seus estoques produtivos, movimentações internas de produtos, consumo de matéria-prima, perdas, remessas e retornos para terceiros, insumos e possibilidade de substituição de insumos e demais informações relacionadas a produção para a Receita Federal.
Com isto o Fisco acompanha todo o processo produtivo do país, sendo possível até cruzar as informações desde a entrada da matéria-prima até o produto acabado.

De onde você vai coletar as informações para o Bloco K?

Informações estas que vão desde a ficha técnica dos produtos, ordens de produção e insumos utilizados até lançamento de perdas e os produtos acabados, inclusive dos terceirizados. Logo, o Fisco deverá estar por dentro da movimentação de cada item no seu estoque, o que possibilita o cruzamento dos saldos apurados pelo SPED com os informados pelas empresas através do inventário. Portanto, os registros do bloco K devem conter os dados das fichas técnicas dos produtos, perdas do processo produtivo, ordens de produção, insumos e quantidade de produção.

Integração

A ideia da integração do Bloco K, é que, esse controle acabe com a nota fiscal espelhada e com a manipulação de estoques. Assim, vai poder cruzar os saldos apurados pelo SPED com os informados pelas indústrias, via inventário. Assim sendo, basta uma diferença encontrada sem justificação, para caracterização de sonegação fiscal, portanto atente-se!

Como a Vexta ajuda a sua empresa?

Para gerar corretamente as informações do Bloco K, a sua empresa deverá controlar seu estoque e processo de produção fabril da forma mais competente possível. Por isto, desenvolvemos um ERP seguro, preparado para atender a todas as exigências do Bloco K e que permite uma gestão com visão no futuro, assim anulando problemas que podem ser evitados.

Especialista em gestão têxtil

Com o sistema especialista da Vexta, as empresas reduzem o tempo de produção por processos, otimizam o fluxo de informações para a tomada de decisão e o melhor, ainda reduzem custos, só um sistema especialista em gestão têxtil assim, para facilitar a sua gestão te deixar tranquilo para focar nos seus negócios!

Dúvidas sobre esta obrigatoriedade?

Cabe ao Fisco, esclarecer os questionamentos sobre os processos produtivos que não são executados com base em Ordem de Produção e cujo modo de lançamento de dados ainda não foi determinado expressamente, de modo que, não gerem eventuais problemas a seus processos de produção e transporte. Você consegue ver o minuta do guia prático do RCPE – P/E – Livro de controle da produção e do estoque aqui.

Apesar da obrigação do prazo de adequação e reestruturação de processos passar a valer para todas as confecções a partir de janeiro de 2019, o ideal é que as empresas não deixem para a última hora.

SPED. Disponível neste link. Acesso em: Março 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *